Fale conosco: (11) 4012-4680
Uniformes Sociais

Uniformes Profissionais do Passado ao Futuro

Vocês sabem quando surgiram os uniformes? Pois é, fomos pesquisar a evolução da vestimenta que se tornou indispensável para as atividades profissionais do homem.

Assim que o homem em um ato pecaminoso não resistiu à tentação e percebeu que estava nu, sentiu a necessidade de cobrir a pele com cinturões de folhas de figueira. Surgiu então o primeiro vestuário da humanidade.

Quando o homem na pré história passou a aventurar-se pelas montanhas e sertões em busca de alimentos, precisou, além de cobrir a pele, também proteger-se do clima frio. As folhas já não funcionavam bem neste caso e, como opção de vestimenta para períodos de baixa temperatura, o homem passou a utilizar peles de animais. As folhas não protegiam do frio e as peles de animais eram muito pesadas. A lã foi uma das alternativas, trazendo consigo a vantagem de que, mesmo molhada, protegeria bem do frio. Mas, com a evolução da tecnologia, o homem descobriu o algodão, e as alternativas de conforto e leveza que ele proporcionava para as roupas.

As tribos e povos naquela época já se uniformizavam, mesmo que empiricamente, trajando roupas que os identificassem como sendo das mesmas tribos.

No trabalho a uniformização tornava-se cada dia mais evidente. Começou nos primórdios, quando os homens se vestiam para caçar e guerrear, e evoluiu de maneira tal, que na revolução industrial as roupas para o trabalho transformaram-se oficialmente em uniformes profissionais. Na Europa os países passaram a aderir o uso do terno, mas num curto espaço de tempo ele foi abrindo espaço para os uniformes operacionais. Foi necessário tomar algumas iniciativas que proporcionassem conforto aos trabalhadores. Imagine um operador de caldeira realizando as tarefas do dia a dia vestindo um terno! Minimamente desconfortável, sem dizer que a flexibilidade motora ficava comprometida.

E a evolução não parou. Atualmente os uniformes são mais do que simples roupas de trabalho, mesmo sendo obrigatórios em alguns segmentos, eles representam a imagem corporativa de uma organização. Empresários começam a conscientizar-se das vantagens que vão além do uso, no que diz respeito à funcionalidade, durabilidade, conforto, segurança, principalmente fazendo de seu uso uma ferramenta de caráter motivacional e de desenvolvimento da auto estima de seus colaboradores.

One comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

catorze + oito =

BACK