Fale conosco: (11) 4012-4680

Hoje é dia de dar alfinetadas! Parabéns aos Alfaiates.

Para eles todo dia é dia de alfinetada! Tesoura, fita métrica, entretelas, agulhas, linhas, botões e alfinetes. Tudo o que conhecemos hoje como atributos ou ferramentas para confecção dos uniformes profissionais são matéria prima para este artista.

Os relatos dão conta de que a profissão passou a existir por volta do século XVIII na Europa, no entanto, se considerarmos as atividades de corte e costura do alfaiate, podemos dizer que ela existe desde os primórdios! Alguns mais saudosistas dizem que o homem descobriu esta profissão logo após ter descoberto o pecado, pois, quando viu que estava nu, correu para confeccionar uma vestimenta de folhas para se cobrir.

O que muitos não sabem é que até pouco antes da revolução industrial o alfaiate era um profissional muito requisitado. Todas as roupas até então eram feitas de forma manual por eles. Foi quando surgiu a moda prêt-à-porter (pronta para vestir) e os primeiros uniformes profissionais.

Com a industrialização dos vestuários a profissão mais tradicional do mercado da moda passou a perder importância da forma como ela era e passou a ser incorporada nos processos produtivos da indústria têxtil, muito embora exista nos dias de hoje profissionais renomados que mantém seus ateliês tradicionais de roupas sob medida.

Se hoje é possível fazer uniformes profissionais customizados e sofisticados em escala industrial é porque estes artistas foram incorporados no processo de industrialização dos uniformes. Vida longa aos alfaiates!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

três × cinco =

BACK